Blog Um Ser Pensante

expondo o que pensa e sente, enquanto vive...

fixo

Viver é arriscar sempre

Não deixe que o medo faça você morrer em vida.

Viver é arriscar sempre
Viver é arriscar sempre

Uma das empresas em que trabalhei passou esse texto a seus empregados, e ele encaixou-se de forma surpreendente para aquele período da minha vida. Em um momento em que meu lado retraído e tímido estava lutando contra a necessidade de mudanças, essas palavras caíram muito bem e ajudaram meu lado mais aguerrido e ousado a entrar na briga.

Hoje sou uma pessoa muito mais corajosa, em parte porque coloquei as palavras abaixo em prática.

Viver é Arriscar Sempre

Em geral as pessoas morrem em torno dos 30 anos e são sepultadas por volta dos setenta. Levam quarenta anos para os outros perceberem que aquela pessoa está morta. Lembre-se: a vida é sempre uma incerteza. Somente o que é morto é certo, fixo, sólido. Tudo o que está vivo muda sempre e se movimenta, é fluido, flexível, capaz de se mover em qualquer direção.

Quanto mais você se torna inflexível, mais está perdendo a vida. Viver é arriscado. Morrer é que não tem nenhum risco. Viver é sempre perigoso. Viver significa conviver com o desconhecido. Morrer, é muito, muito mais seguro. Não há lugar mais seguro que um túmulo. Nenhum acidente pode acontecer a quem está morto.

Deseje a insegurança, pois isso é desejar a vida. Busque a insegurança e a mudança. Procure os caminhos ainda não trilhados e navegue por mares ainda não navegados, porque esse é o caminho da vida.

O crescimento é sempre um jogo arriscado. Às vezes a pessoa tem que perder aquilo que conhece em troca de algo que ainda não conhece.

Na vida real não há segurança total. Exceto a certeza da morte. E esta é a beleza da vida. É por isso que há tanta emoção.

O sucesso na vida só é alcançado por um alto preço. O risco é o preço. Pague esse preço.

Reflita se você não está buscando, demasiadamente, uma segurança total na vida que só a morte é capaz de proporcionar. Lembre-se que viver é arriscar. Pense nisto.

Ter medo não é vergonha pra ninguém. Ele só não pode dirigir a sua vida.

O medo é um fator regulador.

Ter coragem não significa “não ter medo”, mas saber quando e como avançar apesar do medo.

Faça aquela viagem que você sonha mas não tem coragem pra fazer. Arrisque aproximar-se daquela pessoa com quem você sonha mas tem medo de tentar.

Tenha coragem!

Arrisque!

Abraços,

Um ser pensante